Os cuidados diários com a pele devem ser feitos de maneira equilibrada e adequada para evitar o efeito rebote.  

Os cuidados diários com a pele são essenciais para manter uma aparência jovem e saudável. Hoje em dia, existem diversos dermocosméticos, tratamentos clínicos e estéticos que podem suavizar os efeitos da idade e deixar o seu aspecto mais macio e firme. 

No entanto, para pessoas com a pele oleosa, esses cuidados devem ser redobrados. Isto porque, essa oleosidade é a grande vilã para quem tem tendência a acnes e cravos no rosto e em outras regiões do corpo. 

Mas, se engana quem pensa que essa rotina deve ter o objetivo de manter a pele  totalmente seca. Esse aspecto pode provocar um efeito pouco conhecido: o rebote. 

Você já ouviu falar? 

Esse talvez possa ser o grande vilão da história para quem tem pele oleosa. 

Continue a leitura e entenda:

O que é efeito Rebote?

Se você tem a pele oleosa ou conhece alguém que tenha, sabe que a rotina de limpeza é bastante regrada, principalmente para evitar os cravos e espinhas. 

Só que, durante essa lavagem do rosto, várias vezes ao dia, a oleosidade não diminui de jeito nenhum, não é verdade? 

Este pode ser o efeito rebote se manifestando e causando o aumento da produção de sebo. 

Mas o que isso significa? 

Esse mecanismo de defesa é natural do nosso organismo. Ele acontece quando utilizamos bastantes produtos que ressecam e desidratam a região, com o objetivo de remover toda a oleosidade local. 

Neste caso, a pele acaba ficando seca e faz com que o corpo, por meio desse mecanismo fisiológico, acione essa manutenção da hidratação natural. 

Isso só acontece com pele oleosa? 

Geralmente, esse efeito é mais frequente em pessoas com pele oleosa, no entanto, todos os tipos, seja ela mista, seca ou normal, podem sofrer essa manifestação. 

É possível evitar?

Bem, a resposta é muito simples: SIM!

Existe uma maneira bem fácil de evitar esse efeito rebote da oleosidade na pele. Com a indicação de um médico Dermatologista, é possível usar produtos que ajudam a controlar e não ‘retirar’ a oleosidade da região desejada, sem desidratá-la ou irritá-la. 

Os dermocosméticos com texturas leves e suaves e com ação matificante, são feitos especialmente para quem tem pele oleosa ou gel de limpeza. Eles são exemplos de itens que podem ser inseridos nos cuidados da rotina diária de higienização para deixar o local desejado mais macio, liso e sem ressecamento. 

A importância do Acompanhamento com o Dermatologista

O efeito rebote também pode ser evitado com a ajuda do Dermatologista. O seu acompanhamento frequente é de suma importância, pois pode prevenir doenças de pele e se for o caso, ele é o profissional que vai orientar os pacientes aos cuidados mais adequados para essa região. 

Se uma pessoa com pele oleosa, com tendência a cravos e espinhas tem problemas com a autoestima, pode solicitar uma consulta médica e pedir a indicação dos produtos ou tratamentos para melhorar a aparência e controlar essa oleosidade excessiva no rosto ou em qualquer outra região do corpo. 

Além disso, esse é o profissional mais capacitado para cuidar da saúde cutânea da maneira mais correta.

Portanto, o seu acompanhamento deve ser fundamental em qualquer idade. Pois a prevenção é sempre o melhor remédio em qualquer situação. 

Higienização correta e regular da pele

Para evitar esse tipo de problema com a pele, a higienização regular e correta deve ser feita com base nas indicações médicas dos Dermatologistas com o uso de produtos e tratamentos adequados. 

Seja ela uma pele mista, oleosa, seca ou normal, todas precisam ter cuidados especiais durante a rotina de limpeza. 

Geralmente, muitas pessoas só utilizam o sabonete facial e acreditam que apenas esse item é o bastante para limpar o rosto. No entanto, estão enganadas!

Os itens mais essenciais desse rotina de cuidados, mais conhecida como “skincare”, são:

  • O sabonete facial;
  • O esfoliante adequado ao tipo de pele duas vezes na semana;
  • A hidratação;
  • O protetor solar.

Portanto, não basta apenas um produto para manter a aparência jovem e saudável. Além do acompanhamento com o Dermatologista de confiança, é necessário incluir diariamente os dermocosméticos fundamentais para a saúde cutânea. 

Em conclusão

Manter a pele jovem e saudável é uma tarefa fácil se realizada com o acompanhamento profissional adequado e os cuidados diários na sua limpeza. 

O efeito rebote, é apenas um exemplo da higienização feita de maneira inadequada, por isso, manter em sua agenda a consulta com o seu Dermatologista deve ser algo essencial se você deseja cuidar melhor da sua saúde cutânea. 

Em suma, se gostou desse conteúdo e deseja conhecer a nossa Clínica, marque uma consulta com o Dr. Walter Pinheiro e descubra como ele pode te ajudar na busca pelo rejuvenescimento. 

Deixe um comentário