As unhas são mais do que uma característica estética do corpo e podem dar sinais de possíveis problemas de saúde 

Para muitas pessoas, as unhas são consideradas uma característica estética do corpo e serve apenas para passar a infinidade de cores de esmaltes que existem no mercado.  No entanto, o que talvez não saibam é que elas também tem a função de espelho do estado geral da nossa saúde.  Por isso, é importante está sempre atento aos sinais que elas dão de que há algo errado no organismo. 

Em primeiro lugar:

Quando as unhas apresentam alguma alteração estética, por exemplo, é muito provável que elas estejam querendo dizer que existe a falta de vitaminas ou nutrientes. Nesse sentido de alerta, também podem indicar a manifestação de doenças de pele, como a psoríase e até mesmo problemas hepáticos, cardíacos e intoxicações. 

Mas, calma! Não precisa entrar em desespero! As alterações podem ser apenas causadas pelo uso de produtos de limpeza ou pequenos traumas durante a higienização. 

Seguindo essa lógica, podemos descobrir que tem algo de errado em nossa saúde ou que precisamos ficar mais atento aos detalhes de cuidados. 

Em segundo lugar:

veja algumas alterações mais comuns que podem indicar doenças ou desordens: 

Unhas Amareladas

Unhas amareladas indicam alguma infecção por fungos. Se não for tratada a tempo, há possibilidade de piora e ainda pode adquirir a tonalidade esverdeada, tornando-se ainda mais frágil. Outras causas desse aspecto é envelhecimento, possíveis problemas pulmonares causados pelo tabagismo. 

Unhas em forma de colher

Elas podem indicar problemas com anemia por deficiência de ferro no organismo ou doenças cardíacas e má circulação sanguínea. 

Unhas fracas e quebradiças

Geralmente estão ligadas ao hipotireoidismo, uma condição na qual a glândula funciona muito devagar. Se estiverem muito secas e quebradiças, podem indicar a falta de vitaminas A, C e B7, conhecida como biotina. 

Unhas com manchas brancas

Normalmente estão relacionadas a falta de vitaminas ou cálcio no organismo. Elas também indicam alguma reação alérgica a removedores de esmaltes ou até uma infecção leve.

Cuide bem delas! 

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), para evitar o ressecamento, o enfraquecimento das unhas ou demais deformidades, é necessário deixá-las pelo menos alguns dias sem esmalte. Além disso, é importante fazer a higienização sempre que possível, para retirar o acúmulo de sujeira e detritos. 

Os especialistas recomendam ainda a consulta médica em casos mais específicos e que demoram a melhorar,  para que haja o diagnóstico preciso do que está acontecendo no organismo que as unhas estão tentando mostrar por meio dos sinais acima citados.  

“É importante também que as pessoas adotem uma alimentação saudável, com consumo de água suficiente para manter o corpo hidratado e principalmente, evitar retirar completamente as cutículas”, alertam os médicos.

Em terceiro lugar: 5 Cuidados básicos para manter as unhas saudáveis e limpas

As unhas são parte fundamental do nosso corpo e que também merecem toda dedicação e cuidado. Portanto, alguns hábitos simples podem ajudar manter a saúde e a beleza delas e ainda evitar desordens.

Confira abaixo algumas dicas de como cuidar delas corretamente, como por exemplo:

1 – Unhas e cutículas 

Muitos não sabem, mas as cutículas são a proteção das unhas e por isso não é ideal retirá-lo por completo. Essa pele protetora pode evitar a entrada de fungos e bactérias que podem causar várias doenças.

2 – Hidratação

Tenha sempre em mão um creme hidratante e use-o sempre que sentir a necessidade. Dê preferência aos produtos mais específicos para essa região do corpo. As ceras hidratantes também são indicadas para esse cuidado diário. 

3 – Lixe 

Lixar as unhas também faz parte da lista de cuidados. Isso pode garantir que elas não fiquem com o aspecto irregular e dão um ar de higiene. 

4 – Use base 

A base faz com que a coloração da unha tenha mais aderência e também prolonga a duração do esmalte. Ela também evita que as unhas fiquem amareladas quando são pintadas com cores escuras. 

5 – Evite acetona

A acetona resseca as unhas, tornando-as quebradiças e fracas. Por isso, o recomendável é o uso de removedores de esmalte que não possuem esse componente na fórmula.  

Saúde e beleza das unhas 

Mesmo seguindo os cuidados básicos, é fundamental que sempre fique atento ao estado de suas unhas, afinal, elas são o espelho do nosso corpo e podem avisar que existe algo de errado no organismo. 

Por isso, faça sempre a higienização e não deixe de perceber os sinais que aparecem entre uma limpeza e outra. 

É importante também verificar se há algum tipo de alteração nas unhas e ir ao Dermatologista para que ele possa diagnosticar o que está causando essas mudanças. 

De qualquer modo, fique sempre atento a todos os detalhes do que elas estão querendo dizer, pois elas nos ajudar a identificar a falta de nutrientes e substâncias importantes para o funcionamento do corpo. 

Deixe um comentário