As mulheres sofrem diversas mudanças ao longo da gestação e alguns hábitos para manter a pele firme e saudável devem ser redobrados

Durante a gestação, é preciso ficar atenta e ter um cuidado redobrado com a rotina da beleza, já que alguns procedimentos e produtos podem prejudicar o bebê em sua fase de crescimento.

Entenda:

Alguns cremes e dermocosméticos, por exemplo, quando aplicados na derme, podem ser absorvidos a ponto de circularem na corrente sanguínea e assim passar substâncias prejudiciais à saúde do feto. 

Por isso,

muitas mães se perguntam sobre certos ativos, se são seguros ou se oferecem algum risco para ambos. 

O organismo da mulher muda durante a gravidez?

Sim! E com isso, a pele não poderia ficar de fora dessas transformações. Alergias, ressecamentos e até manchas podem surgir ao longo dos nove meses de espera.

Por isso,

uma das recomendações dos especialistas é o uso de sabonetes neutros e hidratantes sem perfume nesse período. Além disso, algumas mulheres sentem que a derme fica mais ressecada e beber bastante água pode ajudar na hidratação de dentro para fora. 

Veja também: Alimentos para manter uma pele bonita e saudável

Alterações hormonais durante a gestação 

Sabemos que as alterações hormonais durante a gestação costuma deixar a pele mais oleosa, facilitando o surgimento de cravos e espinhas. Nesse período, é essencial continuar com a limpeza de rotina, claro, sem o uso de loções peeling ou laser.

Após o fim da gravidez,

o oleosidade da derme tende a diminuir e, até lá é bom usar sabonetes específicos para o rosto e produtos indicados pelo Dermatologista de acordo com necessidade. 

Tratamentos estéticos X gravidez

Durante a gestação, é preciso ter muito cuidado com a pele. Pois, ela pode reagir de forma mais intensa à ação de fatores externos, como a luz ou até mesmo a aplicação de substâncias ou técnicas direcionadas a estética.

Por isso,

especialistas não recomendam tratamentos estéticos ou procedimentos que possam interferir no processo de crescimento do feto. 

“Não é muito recomendável procedimentos sem a devida orientação de um Dermatologista, pois a simples infiltração de um produto ou aplicação de um recurso físico, por meio de equipamentos especializados, pode gerar reações inesperadas e prejudiciais a gravidez”, ressalta especialista. 

3 maneiras de cuidar da pele durante a gestação

Por isso, acima de qualquer procedimento, os cuidados diários com a pele deve prevalecer se acompanhado por um médico especialista, para que a criança não seja prejudicada ao longo da gestação:

  • Hidratação para evitar o surgimento de estrias

Durante a gestação, o corpo da mulher sofre várias alterações, não só na barriga como também ao redor de toda região pélvica. Nesse período, o ganho de peso também é muito comum e muitas vezes, sendo distribuído para todas as regiões do corpo.

Além disso,

Isso pode trazer as temidas estrias, que podem ser prevenidas com o uso de uma hidratação adequada, ativos como a água termal, manteiga de karité, óleo de amêndoas ou óleos minerais. 

  • Proteção solar durante esta fase

A proteção solar é fundamental em todas as etapas da vida, mas na gravidez esse uso se torna mais frequente. Isto porque o filtro pode prevenir o surgimento das manchas de melasma, além do fotoenvelhecimento, ressecamento e até mesmo câncer de pele. 

  • Evitar o uso de ácidos nos tratamentos anti-idade e anti-acne 

Para manter a pele do rosto lisa e com aspecto saudável durante a gestação, as mulheres gostam de manter os tratamentos com os produtos anti-idade e anti-acne em dia.

Fique atento!

Para não deixar esse hábito de lado, a dica é apostar em ativos mais suaves que não agridem a derme, como o ácido hialurônico, o zinco, os antioxidantes e a vitamina C e E. 

Mantenha o cuidado com sua pele durante a gestação sem prejudicar o bebê

As mulheres ficam muito preocupadas com as chances de surgimento de estrias e manchas na pele durante a gestação,

por isso,

acabam experimentando fórmulas “milagrosas”, indicadas por outras mães e até receitas do tempo da vovó para evitar esses efeitos.

Contudo,

especialistas alertam que é preciso tomar muito cuidado ao longo da gravidez, com o uso desses produtos caseiros, para que o bebê não seja prejudicado lá na frente.

O fundamental

Nesse período, para quem não quer descuidar da beleza, é consultar um Dermatologista e buscar soluções viáveis ao seu estado para que ele indique os produtos e cuidados que se deve ter para não ficar com a pele flácida, com manchas e estrias. 

Manter os cuidados diários de limpeza, reduzir o uso de ácidos fortes e utilizar proteção solar é essencial para que a derme continue firme e com viço.

Em suma,

Se for recomendado pelo médico especialista que acompanha a gravidez, a utilização de alguns produtos dermocosméticos podem ajudar a evitar esses transtornos. 

Além disso, uma dieta saudável, com vitaminas e fibras relacionadas ao colágeno, podem influenciar nessa prevenção. O mais importante é cuidar para que ambos não sejam prejudicados e tenham uma saúde de “ferro”, no momento do parto. 

Deixe um comentário