Rosácea é uma doença de pele comum que causa vermelhidão, rubor e vasos sanguíneos visíveis no rosto. Essa patologia, que é crônica, também pode produzir pequenas saliências cheias de pus.

Os sinais e sintomas podem aumentar por semanas a meses e depois desaparecer por um tempo. A rosácea pode ser confundida com acne, outros problemas de pele ou vermelhidão natural.

A rosácea pode afetar qualquer pessoa. No entanto, é mais comum em mulheres brancas de meia-idade. Não há cura para essa condição, contudo, o tratamento pode controlar e reduzir os sinais e sintomas.

Sintomas

Os sinais e sintomas da Rosácea incluem:

Rubor facial: a Rosácea pode causar rubor persistente na parte central do rosto; Este sinal da doença pode ser difícil de ver na pele morena e negra;
Veias visíveis: pequenos vasos sanguíneos do nariz e bochechas se rompem e ficam visíveis (conhecidos como vasinhos);
Saliências inchadas: muitas pessoas com Rosácea também desenvolvem espinhas no rosto que se parecem com acne. Essas saliências às vezes contêm pus;
Sensação de queimadura: a pele da área afetada pode ficar quente e sensível;
Problemas nos olhos: muitas pessoas com Rosácea também apresentam olhos e pálpebras secos, irritados e inchados. Isso é conhecido como Rosácea Ocular. Em algumas pessoas, os sintomas precedem os cutâneos;
Nariz alargado: com o tempo, essa condição pode engrossar a pele do nariz, fazendo com que o ele pareça bulboso (rinofima). Isso ocorre com mais frequência em homens do que em mulheres.

Quando procurar ajuda profissional

Ilustração de consulta  dermatológica

Se perceber sintomas persistentes no rosto ou nos olhos, consulte um Dermatologista para um diagnóstico e tratamento adequado.

Causas da Rosácea

A causa da Rosácea é desconhecida, mas pode ser devido a um sistema imunológico hiperativo, hereditariedade, fatores ambientais ou uma combinação destes. É importante ressaltar que essa patologia não é causada por falta de higiene e também não é contagiosa.

As crises podem ser desencadeadas por:

Bebidas quentes e alimentos picantes;
Vinho tinto e outras bebidas alcoólicas;
Extremos de temperatura;
Sol ou vento;
Emoções negativas;
Exercícios físicos;
Drogas que dilatam os vasos sanguíneos, incluindo medicamentos para pressão arterial;
Alguns cosméticos, produtos para a pele ou cabelo.

Fatores de risco

Rosto feminino com Rosácea

Qualquer pessoa pode desenvolver Rosácea. Contudo, é mais provável que você desenvolva caso:

Seja mulher;
Possua pele sensível, que arda facilmente ao sol;
Tenha mais de 30 anos;
Exposição à fumaça;
Tenha um histórico familiar de Rosácea.

Diagnóstico da Rosácea

Nenhum teste específico é usado para diagnosticar essa condição. Em vez disso, o Dermatologista confia no histórico dos seus sintomas e na examinação da pele. É possível realizar testes para descartar outras condições, como psoríase e lúpus. Estudos mostram que em pessoas negras, a Rosácea pode ser diagnosticada como uma reação alérgica ou dermatite seborreica.

Se os sintomas envolverem os olhos, o médico pode encaminhá-lo a um oftalmologista para avaliação.

Tratamento

O tratamento da Rosácea se concentra no controle dos sinais e sintomas. Na maioria das vezes, isso requer a combinação de bons cuidados com a pele e medicamentos prescritos.

A duração do tratamento depende do tipo de manifestação e da gravidade dos sinais e sintomas. A recorrência é comum.

Remédios

Farmacêutica em frente aos remédios

Novos medicamentos para a Rosácea foram desenvolvidos nos últimos anos. O tipo de fármaco que seu médico prescreverá dependerá dos sinais e sintomas apresentados. Pode ser necessário tentar diferentes opções ou uma combinação medicamentosa para encontrar uma solução que funcione para você.

Antibióticos orais: o profissional responsável pode prescrever um antibiótico oral como a doxiciclina para Rosácea moderada a grave com inchaços e espinhas.

Medicamento para acne: se você tem Rosácea severa que não responde a outras terapias, o médico poderá sugerir Isotretinoína. Este é um poderoso medicamento oral contra a acne que também ajuda a eliminar lesões semelhantes às da Rosácea. Não use este remédio durante a gravidez, pois pode causar defeitos congênitos graves.

Terapia a laser

A terapia a laser pode tornar os vasos sanguíneos dilatados menos visíveis. Como o laser tem como alvo as veias visíveis, é mais eficaz na pele que não é bronzeada ou negra.

Converse com seu médico sobre os riscos e benefícios da terapia a laser. Os efeitos colaterais para a Rosácea incluem inchaço e hematomas que podem durar vários dias.

Durante o período de recuperação, serão necessários alguns cuidados básicos com a área atingida. Em casos de pele morena ou negra, o tratamento a laser pode causar descoloração permanente ou de longo prazo.

O efeito total do tratamento pode não ser perceptível por semanas.

Estilo de vida e remédios caseiros

Mulher cuidando da pele na frente do espelho

As práticas de autocuidado podem te ajudar a controlar os sinais e sintomas da Rosácea, bem como prevenir crises:

Identifique e evite os gatilhos: preste atenção ao que tende a te causar crises e os evite;
Proteja seu rosto: aplique protetor solar generosamente, todos os dias, antes de sair de casa. Use um produto de amplo espectro – que bloqueia os raios ultravioleta A e ultravioleta B – com FPS 30 ou superior;

Tome outras medidas para proteger sua pele, como o uso de um chapéu. Também evite o sol do meio-dia;

Trate sua pele com suavidade: não esfregue ou toque seu rosto com grande frequência. Use um limpador sem sabão duas vezes ao dia e hidrate-a. Escolha produtos sem fragrâncias e evite aqueles que contenham outros materiais irritantes para a pele, como álcool, cânfora, ureia e mentol;

Reduza o rubor visível com maquiagem: alguns produtos e técnicas de maquiagem podem ajudar a reduzir o aparecimento de rubor na pele.

Para tratar a Rosácea, marque uma consulta com o Dr Walter Pinheiro!

dermatite agendar consulta

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/drwalter/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/drwalter/public_html/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 110