A higienização correta dos fios pode prevenir problemas no couro cabeludo e manter a saúde capilar em dia.

Uma dúvida muito frequente nos consultórios de Dermatologia é sobre a frequência da lavagem dos cabelos. A higienização correta do couro cabeludo pode evitar problemas bastante incômodos e visíveis, como por exemplo, a caspa e a quebra dos fios. Em alguns casos, não realizar essa limpeza com frequência pode causar até mesmo a queda e a calvície precoce. 

E é por isso, que para ter os cabelos sempre lindos e saudáveis, que é necessário ter diversos cuidados, principalmente na hora da lavagem durante o banho ou antes de iniciar um tratamento químico com produtos de alisamento. 

Portanto, se você deseja cuidar melhor dos fios e aprender a forma correta de higienizá-los, continue a leitura!

Falta de higiene pode causar problemas no couro cabeludo?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), os shampoos são os principais responsáveis pela limpeza dos fios, pois retiram a oleosidade, o suor e a descamação das células do couro cabeludo. Além dos resíduos da poluição e de outros produtos capilares. 

Sem essa higienização, vários problemas podem piorar ao longo do tempo, como é o caso da Caspa. Existe um mito de que essa condição não pode ser evitada, por mais que se lave o cabelo, já que o seu aparecimento está relacionado diretamente ao aumento do nível de produção das glândulas sebáceas e a proliferação de fungos que já existem no couro cabeludo. 

Portanto, a falta de lavagem pode ser um fator bastante negativo para a saúde capilar. Visto que, esses “flocos brancos”, se não cuidados, provocam doenças capilares mais graves.

Além disso, não cuidar com frequência dos cabelos, pode agravar alguns problemas como é o caso da queda dos fios. Isto, por consequência, vai influenciar diretamente na autoestima do indivíduo e em sua aparência.

Tratamentos capilares para queda de cabelo

A queda dos cabelos pode ser causada por diversos fatores, entre eles, o excesso de oleosidade no couro cabeludo sem cuidados e a aplicação exagerada de produtos químicos. Tudo isso, sem uma higienização correta, pode levar a condições como a Alopecia Areata e a Alopecia Androgenética. 

De acordo com os profissionais de Dermatologia, ambas condições não têm cura comprovada, tanto para homens, quanto para mulheres. Contudo, se identificada no seu estágio inicial, é possível realizar tratamentos com acompanhamento de um especialista para amenizar a perda. 

Além disso, a depender do tipo de cabelo, será necessário criar um hábito de limpeza com produtos específicos e recomendados pelo médico. 

Se quiser saber mais sobre este assunto, clique aqui e descubra como o Dr. Walter Pinheiro pode te ajudar a cuidar melhor da sua saúde capilar.

Cuidados diários 

Em primeiro lugar:

Ter uma rotina de cuidados básicos com os cabelos pode evitar o agravamento de problemas já existentes no couro cabeludo e também deixar a saúde capilar em dia. 

Vale ressaltar que é muito importante antes do uso de qualquer tipo de produto para tratamento, fazer uma consulta com o médico Dermatologista, para que ele identifique os fatores que estão causando danos aos fios e qual o melhor caminho para melhorá-los. 

Por exemplo:

A frequência da lavagem, o uso correto do condicionador e até mesmo a forma como a pessoa seca os cabelos na toalha, podem influenciar diretamente nesses cuidados diários. 

Portanto,

abaixo veja alguns hábitos de higienização recomendados pelos profissionais e que podem deixar seu cabelo mais saudável:

Couro cabeludo oleoso

A massagem capilar é um excelente método para manter a oleosidade do couro cabeludo sob controle. Além de estimular a circulação sanguínea, ainda aumenta o seu nível de oxigenação e melhora o transporte de nutrientes. 

Na hora de lavagem, por exemplo, o recomendável é realizar essa higienização em dias alternados e com um shampoo de limpeza profunda específico para o tipo de cabelo e que tenha sido indicado por um profissional. 

Couro cabeludo ressecado

Assim que notar os primeiros sintomas do ressecamento do couro cabeludo, não exite em procurar um médico para diagnosticar o que está causando esse efeito e qual o tratamento mais eficaz. 

Nesse caso, o Dermatologista é o profissional que vai poder analisar a sua saúde capilar. 

Mas, se você já está em tratamento, alguns cuidados diários podem melhorar os fios e deixá-los com o aspecto mais saudável, como por exemplo: 

  • O uso de shampoo indicado pelo especialista que tenha ação hidratante;
  • Banhos mornos ao invés de quentes;
  • Evitar produtos de limpeza profunda que ressecam mais a região;
  • Lavagem no máximo duas vezes por semana para evitar que a oleosidade natural seja removida pela água.

Em conclusão

A higienização do couro cabeludo, seja ele oleoso ou ressecado, deve ser realizada com o acompanhamento de um médico Dermatologista. Ele é o profissional que vai indicar o melhor tratamento para deixar a sua saúde capilar em dia. 

Alguns hábitos diários, por exemplo, também podem influenciar na melhora de condições como a caspa e a queda dos fios. O excesso de lavagem, a depender do tipo de cabelo, também é um fator que pode desencadear problemas graves no couro cabeludo. Por isso, é importante estar atento a qualquer sinal de irregularidade e procurar um especialista assim que possível. 

Portanto,

Esses são fatores essenciais que influenciam em fios mais saudáveis, sem queda ou em qualquer condição que possa prejudicar a aparência e a autoestima de uma pessoa.  

Gostou do conteúdo? 

Se quiser saber mais sobre este assunto e deseja cuidar melhor da sua saúde capilar, agende uma consulta com o Dr. Walter Pinheiro!

Deixe um comentário