A aplicação da toxina botulínica popularmente conhecida como Botox na região das axilas pode promover o controle do suor excessivo. 

Muito além da estética, o Botox também pode ser uma ótima opção para quem deseja controlar o suor excessivo nas axilas. Hoje em dia, os procedimentos estéticos têm sido cada vez mais procurados por homens e mulheres que desejam melhorar alguma parte do corpo. 

Entre eles, a aplicação da Toxina Botulínica na pele, tem gerado grandes buscas nos consultórios de Dermatologia. Isto porque, além de suavizar os sinais de envelhecimento, essa substância também pode ser utilizada para o tratamento de condições como a hiperidrose. 

Você já passou vergonha por causa do suor excessivo? Conhece alguém que sofra com esse problema? 

Para esclarecer todas as dúvidas com relação a essa condição, vamos explicar como o Botox, pode ajudar a controlar e reduzir o mau cheiro provocado por esse excesso. 

O que é Hiperidrose?

Em um breve resumo, a hiperidrose, condição conhecida também como excesso de suor nas axilas, mãos, rosto e pés, é causada pela hiperatividade das glândulas sudoríparas. 

Em alguns casos, esse problema pode causar até mesmo complicações psicológicas. Visto que, devido à vergonha causada pela transpiração excessiva, as pessoas começam a se excluir do ciclo de convivência social, chegando até mesmo a apresentar traços de fobia. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a Hiperidrose primária focal, que aparece na infância ou adolescência, afeta cerca de 3% da população dessa faixa etária. Já a Hiperidrose secundária generalizada, pode ser provocada por uma condição médica ou pelo efeito colateral de uma medicação e ao contrário da primária, ela pode ter efeitos em todas as áreas do corpo ou em regiões bastante incomuns. 

Se ela é uma condição provocada por uma glândula, como é possível controlar? Existem diversos tratamentos clínicos que podem melhorar essa condição, no entanto, um dos mais indicados pelos Dermatologistas hoje em dia é a aplicação da Toxina Botulínica, popularmente conhecida como Botox. 

Abaixo veja como controlar o suor excessivo com o Botox:

O tratamento com Botox

A aplicação do Botox nas axilas para controlar o suor excessivo tem sido um dos procedimentos mais procurados em Clínicas de Dermatologia. 

Para realizar o tratamento e minimizar os efeitos desse problema na pele, primeiramente o indivíduo precisa procurar um médico Dermatologista para que ele faça uma avaliação de como e quando deverá ser feita a aplicação do Botox na região desejada. 

Vale lembrar que, para diminuir o desconforto do paciente, o especialista pode aplicar durante o procedimento uma pomada anestésica de uso tópico no local ao inserir a substância. 

E como a substância age no corpo? 

A toxina botulínica age no corpo inibindo a ação da acetilcolina, o neurotransmissor que regula as glândulas responsáveis pela produção do suor. 

No entanto, com o tratamento a pessoa não deixará de suar totalmente, isto só acontecerá na região tratada, pois o suor será canalizado. 

Resultados e duração

Com a substância aplicada, cerca de 48h após o procedimento já se pode observar os efeitos esperados, até que se deixe de produzir completamente qualquer odor perceptível no local. Vale ressaltar que o seu efeito pode durar de 6 a 9 meses a depender de cada caso. 

É importante destacar também que a intensidade da dor durante e após a aplicação é algo muito relativo. Pois, enquanto algumas pessoas têm a pele mais sensível, outras não sentem quase nada. De maneira geral, o procedimento não é invasivo e não causa dores intensas. 

Cuidados antes e depois da aplicação do Botox nas axilas

Em todo procedimento estético é necessário que o paciente tenha alguns cuidados antes e depois da aplicação de substâncias no corpo. Com a Toxina Botulínica “Botox”, essa recomendação também é necessária. 

Com isso, é fundamental antes de iniciar o tratamento para o suor excessivo:

  • Deixar de utilizar antitranspirantes e outros cosméticos;
  • Parar de fazer tratamentos de aplicação tópica pelo menos cinco dias antes da aplicação da substância;
  • Evitar a irritação da pele na região onde será realizado o procedimento;

Pacientes com quadros inflamatórios ou infecciosos nas áreas afetadas pelo suor excessivo, devem primeiramente tratar essas condições.

Já no pós aplicação, não existe restrição às atividades normais do paciente. No entanto, é provável que a região aplicada apresente pequenos inchaços e um pouco de desconforto, contudo, esses sintomas costumam desaparecer em poucos dias. 

Além disso,

após o período de efeito da substância, se o paciente perceber que precisa repetir as aplicações, é fundamental procurar o Dermatologista que realizou o tratamento inicialmente. 

Em conclusão

Essa condição pode afetar tanto homens quanto mulheres, sendo que, por se tratar de um problema que causa bastante desconforto, precisa ser tratado por um médico Dermatologista capacitado e com experiência na aplicação do Botox. 

Além disso, o tratamento com essa substância na região desejada pelo paciente, pode evitar que o mesmo sofra com complicações psicológicas, devido às situações constrangedoras causadas pelo suor excessivo na rotina.

Por isso, para quem sofre com essa condição, a Toxina Botulínica pode ser uma ótima opção para controlar a transpiração e não ter mais problemas em público relacionados a hiperidrose. 

Se você tem problemas de suor excessivo e deseja tratar, entre em contato com o nosso time comercial e agende uma consulta com o Dr. Walter Pinheiro para cuidar melhor da sua saúde.

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/drwalter/public_html/wp-includes/functions.php on line 4673

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/drwalter/public_html/wp-content/plugins/really-simple-ssl/class-mixed-content-fixer.php on line 111